quinta-feira, setembro 26, 2002

O mais recente hiato observado neste blog, já famoso por suas escusas de hiatos, deve-se ao boato de que Bill Gates estaria vindo para uma visita ao país. Como os leitores já sabem, esta notícia causa o mesmo efeito em McNamara que em Bush se soubesse que Osama planeja passar férias de verão na Disneylândia. “Run for your lives!!”
A salvo do perigo, Salvador pode voltar a nos intrigar com suas opniões nada convencionais.

A Bélgica – Uma das missões deste blog é denunciar o surgimento da pior praga do mundo moderno: “A proliferação de belgas” e combater sua presença de todas as maneiras. Apesar de não estarmos vinculados a grupos extremistas como o: “Morte a Tintin” ou o “Queimem Bruxelas”, prometemos ser ainda mais extremistas.

Nosso primeiro argumento vem ilustrado a seguir por uma canção atribuída a ninguém mais que William Shakespeare. Segundo nossa fonte, William a teria escrito exatamente no seu 24° aniversário, em 23 de abril de 1588, bem no meio do período de sua vida conhecido como “Anos Perdidos”:

“Este charco infecto de odor abominável,
Propício quiçá a proliferação de cogumelos,
Pedaço de lama a todos lamentável
É curiosamente habitado por energúmenos,
Planície infértil e fedorenta,
Centro magnético dos patifes do mundo.
Com estranho fervor a freqüenta,
Uma estranha gente que ninguém mais agüenta.
Com sorrisos estúpidos e bocas banguelas,
Espírito vulgar e moral indigente,
Cruzaram países, errante essa gente,
E, que despropósito, fundaram Bruxelas.
Que o bom Deus e a Rainha desta ilha esplêndida,
Espadas levantem ante tal ignomínia,
E com força divina e tenaz persistência,
Nos livrem de vez desses cara de fuinha.”

Bem, se esta canção foi realmente escrita por ele, neste período, podemos passar a chamar esta fase do “bardo” de “Anos Muito Bem Aproveitados!”

“The Blue Planet” – Sem dúvida nenhuma uma das melhores séries de documentários já produzidos pela BBC, que significa dizer, uma das melhores séries de documentários já produzidos, “The Blue Planet” traz as mais impressionantes, mais belas, intrigantes e bem captadas imagens subaquáticas que alguém já viu.
Tudo isso amarrado por uma excelente edição, que faz os filmes de Jacques Cousteau merecerem o apelido de soníferos. Para os amantes das profundezas, os interessados, ou simplesmente aqueles que estão lendo este blog, “The Blue Planet” é um mergulho imperdível.

“The Blue Planet” e os Belgas – Em um de seus episódios vemos as implacáveis orcas caçando focas no litoral sul da Argentina. Eu sei o que estão pensando: “lá a coisa tá feia até pra foca”. Além da tremenda ousadia que faz essas baleias quase encalharem na praia para pegar suas presas, a caça ainda consiste de um ritual macabro e desconcertante. Já há milhas distantes da costa, as orcas brincam de frescobol com as pobres focas agonizantes! Terrível,não?
Agora, imagine um belga no lugar da foca... hummmm!

A gerência – Em breve o blog “Os Suspiros de Salvador” contará com um espaço para comentários. Vá preparando suas piadas sobre belgas ou marmotas!

quinta-feira, setembro 19, 2002

O Mau Gosto - François Maltie descreve, em diversos estudos, os efeitos nefastos da Indústria do Caos nas nossas vidas. Pois bem, permitam-me comentar a existência de outro segmento que não conhece crise no Brasil: "A Indústria do Mau Gosto".
Basta viver neste país e sair à rua pelo menos meia hora por semana para ser exposto ao vuklgar, ao bizarro, ao hediondo, ao esquisito e sobre tudo, ao campeão de vendas: o brega!
Esta semana IMG se superou: a capa da Veja trazendo um extreme close up do traficante fernandinho beira-mar é no mínimo para se torcer o nariz.
Se já não bastasse termos que aturar este psicopata, com nome de michê do baixo Gávea, monopolizando os noticiários e nos lembrando quem manda auqi, agora temos que admirar sua cara de macaco nas bancas e outdoors. Parabéns Veja, parabéns IMG, ao invés de Gisele Bündchen, Bëra-mar na cabeça!!!

quarta-feira, setembro 18, 2002

Ótimas novas vêm explicar e desculpar o considerável hiato a que os leitores deste blog foram submetidos.
Deixemos que Salvador explique:

"Ilustríssimos e insistentes leitores, peço perdão pelo sumiço e explico suas razões. Após a terrível experiência a que fui submetido semanas atrás, desenvolvi, não um quadro, e sim uma galeria patológica praticamente irreversível. Não entrarei em detalhes pois os editores deste blog já foram atenciosos e indiscretos o bastante para mantê-los informados sobe as peculiaridades do meu estado.
O importante é que depois de duas muito bem sucedidas cirurgias, me recupero a todo o vapor.
Para os hipocondríacos, aqui vai o resumo de minha saga:
primeiro estive em minha querida e sofrida Habana onde, num procedimento revolucionário, tive todo meu aparelho digestivo substituído por tubos, conexões e mangueiras de alumínio: adeus definitivo à azia.
Fidel quis me visitar mas eu não estava de bom humor e mandei que deixasse a caixa de Cohibas na recepção do hospital El Morro.
Depois de algumas confusões na alfândega, cheguei, dia 11 ao MIT nos Estados Unidos onde troquei o hemisfério direito do meu cérebro por uma super-mother board com o experimental "Pentium 5000 Golden edition with sugar on top". O boot foi doloroso mas acho que deu tudo certo.
Devo estar novo em folha em um mês ou dez. E os únicos efeitos colaterais esperados são: um forte som metálico de trompete quando eu arrotar e possíveis ataques de convulsões quando exposto a uma foto do Bill Gates.
No mais, tudo bem, espero poder continuar contando com a lealdade e amizade do meu leitor e agradeço a todos que enviaram telegramas cantados enquanto eu estava em coma.
E aproveito o momento para lançar um novo movimento a partir deste blog e pedir o vosso engajamento:
"Morte aos belgas!"
O movimento será mais detalhado em breve. No momento, preciso dar atenção a Suzan, minha enfermeira californiana (ex-Melrose Place, ex-Baywatch) e sua encantadora esponja morna. Até breve!"

sexta-feira, setembro 06, 2002

Este pode ser um suspiro ou delírio, mas achamos tão oportuno que resolvemos publicar: "- Precisamos empalar o turco na Praça da Sé, precisamos alimentar o molequinho com sua própria língua, precisamos enfiar o dedo perdido no rabo do Polvo , precisamos cravar uma picareta na Serra Pelada, precisamos ver a mulher do Picareta pelada, precisamos de dois pares de meias novas, iogurte integral e cigarros sem filtro."
Suspiro: Um dia a bela Patrícia Pillar vai ao ar no horário gratuito de propaganda política e expõe sua encantadora figura para defender a mala do maridão e, quem sabe, lhe angariar votos femininos e masculinos, por que não?
No dia seguinte, a besta do maridão dá uma coletiva à imprensa: "- A função da minha mulher é muito importante... é a de dormir comigo!"
Com essa feliz colocação, Ciro, não só conseguiu perder os votos conquistados pela patroa, como também deve ter dormido no sofá aquela noite.
Entre um surto aqui a uma magnésia bisurada ali, Salvador McNamara vai dando o ar da graça nos brindando com seus gracejos. Mantemo-nos fiéis ao voto de transmitir estes que podem ser os últimos suspiro de Salvador McNamara...
Em meio aos seus surtos de constipação, Salvador parece ter alcançado poderes extra sensoriais. Esta semana, no meio da tarde, se exaltou. A princípio parecia estar asistindo a um jogo de futebol, (estranho pois McNamara odeia futebol), torcia intensamente e, num instante, rompeu em lágrimas como se tivesse perdido o campeonato: "- Quase, quase... por tão pouco!!!", chorava o infeliz. OBS.: O horário do surto coincide com a pane no jatinho de Salim Maluf.
Boletim médico: Salvador está sofrendo de amnésia intestinal e constipação cerebral média mas ainda resiste bravamente e encontra forças para manter a lucidez. Segundo o prórprio, o exercício diário de procurar permanecer lúcido vivendo no Brasil o ajuda muito.

quinta-feira, setembro 05, 2002

Como estes podem ser os últimos suspiros de Salvador McNamara este blog se compromete a transmitir cada balbuceio deste velho guerreiro rabugento que sempre dedicou a vida a iluminar o mundo, atacar o bom humor gratuito: "...pelo menos saiba do que está rindo, otário!" e combater o mal gosto em todas as suas formas de manifestação.
Continuamos orando em silêncio pela sua recuperação e, enquanto não somos atendidos, juramos não deixar que nenhuma pérola do pensador se perca! Longa vida a Salvador!!!!!
Atenção: a entrevista de Jean Lagostin com Salvador McNamara sobre a epopéia: Almoço de Domingo no Grupo Sergio de Pirituba teve que ser adiada por tempo indeterminado, por motivos psico-gástricos.
Salvador está internado, recebendo doses maciças de magnésia bisurada e terapia ocupacional. Os médicos acreditam que apenas um milagre o curará dos nefastos efeitos do trauma.
Ao que tudo indica, o choque da experiência fez comk que, de alguma forma, o estômago de Salvador e seu cérebro trocassem de lugar. De acordo com o médico, Sílvio Chaconnell, "-Esta é uma reação rara de auto-defesa anatômica e é muita sorte Salvador não ter coração. Se tivesse, as consequências seriam ainda mais dramáticas."
Esperamos mais informações sobre o estado de falta-de-saúde de salvador em breve. Fique conectado!!

segunda-feira, setembro 02, 2002

Não Percam!!
Quarta feira, dia 04/09 neste Blog: Uma impressionante e exclusiva entrevista com Salvador McNamara sobre sua trágica experiência!!!
Salvador contará como sobreviveu a um: Almoço de Domingo no Grupo Sergio de Pirituba.
Uma história terrível, impressionante e sem nenhum sex-appeal!!!
OBS: Esta entrevista não é aconselhável para pessoas com problemas gástricos, ou que já tenham tido giárdias.
(Programa de milhagens): "A aproximadamente 20 mil pés de altitude a
aeromoça acorda o passageiro da classe econômica: '- Senhor, por gentileza
queira me acompanhar.' Intrigado, o passageiro pergunta '- Algum problema?'
'- Não senhor, é que o crédito de milhas do seu cartão de afinidade se
esgota em exatamente 20 milhas, queira, por gentileza, vestir este
pára-quedas e obrigado por escolher nossa companhia..."
(Debate Eleitoral - uma festa da democracia): Sobre a metamorfose de Lula -
"O Brasil ainda não quer o Lula. Até o Lula sabe disso!!"
Caetano Veloso lançou o CD: "Não Peço Desculpas" - Afinal, já seria tarde demais mesmo.